Pesquisas e Projetos

gameleira

 

 

Por uma antropologia da vida: políticas da natureza e ontologias ambientais

Início: 2020

Coordenação: Suzane de Alencar Vieira e Indira Nahomi Viana Caballero

O objetivo deste projeto é compreender incidência da questão da vida na antropologia em diferentes sentidos e práticas: 1- emaranhados multiespécies, relações entre humanos e não humanos em diversos arranjos ecológicos; 2- natureza agenciada por práticas e concepções científicas e suas controvérsias; 3- arranjos  de seres e forças tais como concebidos por coletivos não-ocidentais, mais especificamente conhecimentos indígenas e quilombolas; 4- sentido existencial suscitado pela reflexão sobre mudanças climáticas e catástrofes ambientais de escala global.  Por uma antropologia da vida (sem o qualificativo “social” ou “cultural”), designa-se uma sensibilidade ou atenção às diversas ontologias, pragmáticas e éticas ecológicas, a convivialidades multiespécies, às relações entre humanos e animais, plantas, espíritos, paisagens, objetos. A pesquisa se desdobrará em três etapas: estudo teórico, levantamento bibliográfico, análise comparativa e pesquisas de campo conduzidas pela coordenadora do projeto e suas/seus orientandxs. As etnografias e estudos bibliográficos estimulados por este projeto matricial e realizadas por estudantes de graduação e de pós-graduação abordarão situações, eventos, controvérsias em torno desses diferentes agenciamentos da vida. As atividades aqui propostas poderão fornecer contribuições de cunho etnográfico e teórico-comparativo para os campos da antropologia da ciência e da tecnologia, etnologia indígena, antropologia das populações afrobrasileiras, antropologia simétrica e estudos ecofeministas. Este projeto coletivo tem por meta fortalecer o núcleo de pesquisa Caroá (FCS/PPGAS), estruturar e estimular sua produção acadêmica, as linhas de pesquisa do núcleo e do PPGAS, além de contribuir para formação de pesquisadores/etnógrafxs, para diálogo transdisciplinar na UFG e para articulação de uma rede nacional de pesquisadores sobre o tema.